Meu perfil
BRASIL, Mulher, de 46 a 55 anos, Música, Viagens, evangélica



Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog de biguaetania
 


«Escutem o que ele diz!»

«Escutem o que ele diz!»

leitura da Palavra

 

ESCOLHIDOS POR DEUS

 

Mateus 17,1-9

 1 Seis dias depois, Jesus subiu a um alto monte e apenas levou consigo Pedro e os dois irmãos Tiago e João. 2 O seu aspecto transformou-se então diante deles. O rosto ficou brilhante como o Sol e a roupa cintilante como a luz. 3 Nisto, viram Moisés e Elias a conversar com Jesus. 4 Então Pedro exclamou: «Senhor, é tão bom estarmos neste lugar! Se quiseres, faço aqui três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias.» 5 Ainda ele estava a falar, quando uma nuvem brilhante apareceu por cima deles. Da nuvem saiu uma voz que dizia: «Este é o meu Filho querido em quem tenho toda a satisfação. Escutem o que ele diz!» 6 Ao ouvirem aquela voz os discípulos curvaram-se até ao chão e tiveram muito medo. 7 Mas Jesus aproximou-se e tocou-lhes, dizendo: «Levantem-se! Não tenham medo!» 8 Quando levantaram os olhos não viram mais ninguém senão Jesus. 9 Ao descerem da montanha, Jesus avisou-os para não contarem a ninguém o que tinham visto, antes de o Filho do Homem ressuscitar.

 Outras Leituras: Génesis 12,1-4; Salmo 33,4-5.18-20. 22; 2 Timóteo 1,8-10

 1. Leitura:

 Jesus escolhe apenas três dos seus discípulos para subirem com ele à montanha para um tempo de oração. E os discípulos testemunham algo extraordinário.

 A primeira coisa de que se apercebem é que o rosto de Jesus fica brilhante. Depois, notam que as suas roupas também resplandecem como a luz. Segue-se a conversa com Moisés e Elias.

 O aparecimento destes homens, figuras de vulto em Israel, é muito relevante. Moisés guiou o êxodo do povo de Deus libertando-o da escravidão do Egipto. Muitos judeus esperavam que o profeta Elias voltasse antes da vinda do Messias.

No relato de Lucas (Lucas 9,31) os profetas falam com Jesus sobre o facto de em breve ele cumprir o desígnio de Deus através da sua morte (ou “êxodo”, significado literal da palavra usada por Lucas) em Jerusalém. Jesus irá cumprir o plano de Deus para salvação da humanidade, trazendo libertação eterna.

 Esta experiência de cortar a respiração pode ter fortalecido Jesus. Ele iria enfrentar muitos desafios nos dias que culminariam com a sua morte na cruz. A nuvem brilhante revela a presença de Deus e encobre a sua glória. Tal como no baptismo de Jesus, Deus fala. Ele afirma que Jesus é o seu Filho escolhido. E desta vez Deus acrescenta uma instrução para os discípulos – “Escutem o que ele diz”.

 Este acontecimento, juntamente com os outros milagres e os ensinamentos que os acompanharam, deveria ter esclarecido os discípulos. Mas eles precisavam de ir muito mais longe com Jesus. Na verdade, só quando se encontram com ele após a ressurreição é que eles compreenderam realmente quem ele era e qual a missão que Deus lhe confiara aqui na Terra.

2. Meditação:

  • Que sentimentos e emoções terão os discípulos experimentado?
  • Deus diz acerca de Jesus “Este é o meu Filho querido em quem tenho toda a satisfação. Escutem o que ele diz!” Que terão os três discípulos pensado de tudo isto?
  • Por que terá Jesus ordenado que não contassem a ninguém o que tinham visto até que Filho do Homem ressuscitasse?
  • Em que outras circunstâncias Deus apareceu encoberto por uma nuvem?

 

3. Oração:

           As palavras do SENHOR são retas;

as suas obras mostram a sua fidelidade.

Que o teu amor, Senhor, nos acompanhe,

pois pusemos em ti a nossa confiança!           (Salmo 33,4.22)

 É fácil escutar a voz de Deus? Leia o Salmo 33. Poderá centrar-se em apenas alguns versículos, como os dois acima. Peça a Deus que lhe fale. Depois responda-lhe em oração.

 4. Contemplação:

 “Deus é que nos salvou e nos chamou, de um modo especial. Não foi pelos nossos méritos, mas pelo seu próprio plano e pela graça.”   2 Timóteo 1,9

 Na leitura de 2 Timóteo 1,8-10, o apóstolo incentiva-nos a não nos envergonharmos de dar testemunho de nosso Senhor nem de sofrer pela Boa Nova. Considere a sua resposta a isto.



Escrito por taniabigua às 10h48
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]